6.12.06

CUnhado

Ex na vida da gente é um negócio bem estranho. Não dá pra ignorar anos de convivência e intimidade, mas ao mesmo tempo é meio xarope lembrar disso. Mais estranho que ex-namorado (caso, amante, marido), pra mim, é ex-cunhado.
Cunhado é um cara que tu não escolhe pra entrar na tua vida. Alguém escolhe por ti (principalmente se é cunhado por namorar irmã/irmão). E aí ele convive, faz parte, se diverte, discute, te ajuda, te pede ajuda... entra pra família. Mas nem tudo é eterno. E relacionamentos acabam. Até o da tua irmã/irmão. E aí o cunhado é o q? Não é da família, não é teu amigo... fica num limbo de relacionamento. E reencontrá-los é meio esquisito. Ver as mudanças, as fubangagens, as evoluções, o desapego.
Sempre tive sorte pra cunhados e cunhadas. Não tem nenhum que tenha passado pela minha vida q eu não tenha me dado bem. Pra mim não tem aquela história de que cunhado, se fosse bom, não começaria com cu. Contrario muito isso. E espero continuar tendo sorte nesse sentido. Mas sempre vou achar estranho reencontrar essas pessoas... pq como não é família, não é amigo, é ex de irmã, eu nunca perco o costume de chamar adivinha de q? Cunhado.

4 comentários:

Anónimo disse...

Gostei dessa teoria do limbo de relacionamento! hehe

Corujinha disse...

óóóóóóóóóóóóó... integra às tuas! :)

muzell disse...

rá, conheci teu blog!

Corujinha disse...

eita! volte sempre! :)