16.3.07

Me deparei com a situação

Tadinho do meu carro. Toma um tufo por ano!
Em julho de 2005 bateram na traseira dele. Em maio de 2006 foi roubado, tiraram todos os pneus dele. E agora, em março de 2007, foi arrombado. E o pior: o idiota queria roubar o rádio. O detalhe é que MEU CARRO NÃO TEM RÁDIO.

Fui com a Raquel e o Stabel assistir o jogo do inter no sábado de tardezinha. Joguinho meia boca, mas como eu tava de folga, achei uma boa fazer um programinha diferente. O inter tava empatando, nós preocupados, quando, no segundo tempo, anunciam pelo sistema de som do estádio: "proprietário do fiat uno vermelho..." Nessa hora rezei: "Não diz placas IJO...". Mas ele continuou: "Placas IJO...". É. Era o meu. Tavam me chamando. Pensei que por acaso eu poderia ter trancado alguém, estacionado onde não devia, essas coisas. Quando saio ali pela rampa, já avistei aquele monte de brigadiano em volta do carro. Pensamento único: "Fudeu".

Um menino tava com a mãe esperando o ônibus na Padre Cacique, quando olhou pra dentro do beira-rio e viu um cara forçando a porta de um carro. Nessa hora ele saiu correndo, atravessou a avenida e avisou um brigadiano que estava por ali. Eles foram rápidos. Cercaram o cara e prenderam. Isso foi a coisa que me deixou mais impressionada. Alguém viu e não fez que não viu. Ao contrário, saiu do seu trajeto e chamou a polícia. Isso faz com que eu acredite que sim, ainda tem gente do bem no mundo. Queria muito poder agradecer esse menino. Mas ele não esperou. Quando viu que a brigada prendeu o cara, voltou para a parada e embarcou no ônibus que chegava. Tranqüilo. Como a consciência de toda a pessoa de bem.

Bom, continuando e terminando a história. O estacionamento não queria pagar, a princípio. Mas mudaram de idéia (apesar de eu achar que eles estão me enrolando). Fiquei um tempão na delegacia, senti muita, muita raiva, e no final já tava dando risada. Pra vocês terem idéia da falta de noção do 'rapaz' que arrombou o carro:
- Eu queria o rádio.
- Mas o carro não tem rádio. - disse o policial.
- Pois é, mas eu queria...
(mais tarde, na delegacia)
- Eu tava ali na popular, mas deu uma briga, daí me tiraram pra fora. Quando eu vi, me deparei com a situação do carro...

Sério, e eu me deparei com a situação da cara de pau!

3 comentários:

Fernanda Souza disse...

Que coisa!!!!

Me impressiona: dentro do estacionamento, alguém ajudar sem nem saber a quem e a cara de pau! Pelo menos uma coisa boa no meio disso tudo!!!

O teu carro é que nem o meu! O rádio vem acoplado a motorista! hahahaha

Também abriram o meu antigo e não tinha rádio. Aí levaram o estepe. Só que no dia que aconteceu eu tinha rasgado o pneu ao tentar estacionar na via pública. Mandei consertar, mas o pneu ficou meia boca e estava rodando com o estepe. Ele levou o meia boca. Bem feito!

Corujinha disse...

Bah, pelo menos isso!
O corujito não tem tanta sorte... qdo roubaram meus pneus, os quatro eram novíssimos!

Fernanda Souza disse...

Eu lembro desse episódio!!!

Tens que benzer o corujito!!!